UTILIZAÇÃO DE VITAMINA E SOBRE A COMPOSIÇÃO CENTESIMAL E ESTABILIDADE OXIDATIVA DE CORTES CÁRNEOS DE FRANGOS DE CORTE

O objetivo deste estudo foi avaliar a influência da vitamina E sobre a composição química e a estabilidade oxidativa da carne de frangos de corte. O experimento foi conduzido em galpão experimental, utilizando-se 720 pintos de um dia, machos, da linhagem Cobb® 500, por 42 dias. O delineamento experimental utilizado foi o inteiramente casualizado, com quatro tratamentos e seis repetições de 30 aves cada. Os tratamentos foram: T1- controle dieta basal (níveis recomendados de vitamina e), T2- dieta basal + suplementação de 100UI de vitamina E/kg de ração, T3- dieta basal + suplementação de 150UI de vitamina E/kg de ração e T4- dieta basal + suplementação de 200UI de vitamina E/kg de ração. Aos 42 dias de idade, 20 aves por tratamento foram eutanasiadas em abatedouro experimental e as coxas/sobrecoxas foram desossadas e acondicionadas em sacos plásticos para realização das análises de composição química. Para as análises do TBRAS, foram coletadas as coxas/sobrecoxas de 20 aves/tratamento, que posteriormente foram divididos em 3 partes, embaladas e congeladas a -20ºC, para a realização das análises em 3 períodos 30, 60 e 90 dias.  Não houve diferença na composição química e nas análises de TBRAS da carne de coxa/sobrecoxa dos frangos submetidos aos tratamentos. Conclui-se que os níveis de vitamina E não influenciou a composição centesimal e o TBRAS da carne de frangos de corte.

UTILIZAÇÃO DE VITAMINA E SOBRE A COMPOSIÇÃO CENTESIMAL E ESTABILIDADE OXIDATIVA DE CORTES CÁRNEOS DE FRANGOS DE CORTE

DOI: 10.37572/EdArt_30042135414

Palavras chave: Aves, dieta, micronutriente, proteína animal.

Keywords: Chickens, diet, micronutrient, animal protein.

Abstract:The objective of this study was to evaluate the influence of vitamin e on the chemical composition and oxidative stability of meat from broiler chickens. The experiment was conducted in an experimental shed; using 720 one-day-old male Cobb®500 broilers were housed, for 42 days. The experimental design was completely randomized, with four treatments and six replicates of 30 birds each. The treatments were: T1- control basal diet (recommended levels of vitamin e), T2- basal diet + supplementation of 100UI vitamin E/kg of feed, T3- basal diet + supplementation of 150UI of vitamin E/kg of diet and T4 - basal diet + supplementation of 200UI of vitamin E/kg of diet. At 42 days of age, 20 birds for treatment were euthanized at the experimental processing plant and the thighs/on-thighs boneless and conditioned in plastic bags to carry out chemical composition analyzes. As the TBRAS analyzes were collected the thigh/on-thighs  20 birds/treatment which subsequently divided in 3 parts, packed and frozen at -20ºC, conducting analyses for 3 periods 30, 60 and 90 days. There was no difference in chemical composition and the TBARS the thing/on-thigh meat of the chickens submitted to the treatments. It concludes that vitamin levels E did not influence the chemical composition and the TBRAS of the meat chicken.

Autores

  • Edina de Fátima Aguiar
  • Ricardo Sousa Santos
  • Carolina Toledo Santos
  • Marina Gabriela Berchiol da Silva
  • Erothildes Silva Rohrer Martins
  • Andre Gomes Faria
  • Talitha Kássia Alves dos Santos Dessimoni