ESTUDO DO COMPORTAMENTO HUMANO FRENTE ÀS MUDANÇAS ORGANIZACIONAIS, NA ZETHA, DURANTE O PERÍODO DE 2015/1.

A partir da pesquisa “Estudo do comportamento humano frente às mudanças organizacionais na Zetha durante o período de 2015/1” objetivou-se analisar como se manifesta o comportamento humano frente às mudanças organizacionais, na Zetha, durante o período de 2015/1. Sendo assim, a pesquisa propôs identificar quais os tipos de mudanças organizacionais mais atingem os objetivos do ambiente de trabalho; Verificar a existência e o nível de aceitação e resistência dos empregados da Zetha, frente às mudanças organizacionais e apurar quais as causas da resistência dos funcionários frente às mudanças organizacionais. Em relação à metodologia, a pesquisa foi aplicada e englobou a forma quantitativa e qualitativa ou mista. Como instrumento de coleta de dados, foi utilizada pesquisa bibliográfica e estudo de caso por meio da aplicação de questionários com os empregados e entrevista com gestores. Após a coleta dos dados, identificou-se que a organização apresenta funcionários favoráveis aos tipos de mudanças nos métodos e processos de trabalho para o alcance dos objetivos da organização, são abertos às propostas e quando resistentes às mudanças, a maior complexidade na execução dos processos foi considerada como causa desse comportamento.

ESTUDO DO COMPORTAMENTO HUMANO FRENTE ÀS MUDANÇAS ORGANIZACIONAIS, NA ZETHA, DURANTE O PERÍODO DE 2015/1.

DOI: 10.37572/EdArt_1253007207

Palavras chave: Mudanças Organizacionais, Teoria Institucional, Resistência Humana, Aceitação e Gestão.

Keywords: Organizational Changes, Institutional Theory, Human Resistance, Acceptance and Management.

Abstract:From the research "Study of human behavior at organizational changes in Zetha during the period of 2015/1" aimed to analyze how it manifests human behavior in organizational changes, at Zetha, during the period 2015/1. Thus, the proposed research identify what types of organizational changes most affect the objectives of the work environment; Verify the existence and the level of acceptance and resistance of employees of Zetha, in organizational changes and determine what causes the resistance of the employees to organizational changes. In the methodology field the research was applied and included the quantitative and qualitative or mixed form. As a data instrument, bibliographic research was used as well as a case study, through questionnaires and interviews with employees with managers. After collecting the data, it was identified that the organization has favorable employees that approve the types of changes in working methods and processes in order to achieve the objectives of the organization. The proposals are showed for them and when they are resistant to change, the most complexity in the implementation of processes was considered as a cause of this behavior.

Autores

  • Nicolle Oliveira Tavares
  • Lucia Regina Silveira Auozani
  • Ávilo Roberto de Magalhães
  • Rosa de Almeira Freitas Albuquerque